Boletim n. 3

Facebooktwitterpinterestmail

Ariccia, 27 de setembro de 2019

“SABEDORIA DA RETOMADA”

Queridas Irmãs,

Encontramo-nos novamente com vocês! Hoje desejamos compartilhar “as surpresas” particularmente relevantes, desta semana, para o caminho de nosso Capítulo geral.

19 de setembro foi o dia da sintonia. Vivemos momentos de comunhão e convergência. Nossa reflexão orante e compartilhamento dos elementos mais significativos da relação inicial da Superiora geral e da Ecônoma geral, a comunicação das circunscrições entrelaçaram provocações, desafios e o futuro.

À luz do tema capitular, dia 20 de setembro, padre José Cristo Rey García Paredes, missionário e teólogo claretiano, introduziu-nos na fase central do Capítulo com o tema Mulheres da Aliança hoje, missão e vida: “Em tempos difíceis, a pessoa consagrada deve redescobrir o significado da aliança com Deus; aliança que Deus estabeleceu por primeiro e que não pretende anular. A vida em aliança com Deus é uma aventura iniciada, conduzida, orientada, protegida e levada a cumprimento pelo Espírito Santo. Vale a pena entrar nesse caminho, que para cada um terá algo inédito e surpreendente”.

À luz dessas premissas, foi-nos apresentado o Instrumento de trabalho, que, ao passar no “cadinho” capitular, será elaborado o Documento final, bússola do caminho sinodal dos próximos seis anos.

Plena de luzes para hoje e amanhã, foi a fase iluminativa de nosso Capítulo (21 a 22 de setembro).

A abertura foi confiada a uma mulher: Lídia Maggi, casada, mãe de quatro filhos, biblista, pastora batista escolhida para um projeto pastoral itinerante. É autora de muitos livros, entre os quais alguns publicados por Paulinas. Sua palestra: Levanta-te e caminha. Considerações sobre a gramática do caminho em diálogo com o Deuteronômio, ajudou-nos a entrar no dinamismo da Palavra: “As discípulas da Palavra deverão aprender e aceitar que o caminho, nas Escrituras, começa sempre após a experiência de perda da confiança no caminho, após a experiência de vaguear por longo tempo (quarenta anos), após ter recebido a Palavra pela primeira vez, e tê-la abandonado após recebê-la pela segunda vez. É um levantar-se e caminhar que acontece depois de muitas tentativas de pôr-se a caminho. No fundo, o caminho da Palavra nos dá a sabedoria da retomada, e retornar sobre nossos passos, recomeçar…“.

Chega ao mundo da comunicação a segunda luz trazida por Giovan Battista Brunori, escritor, jornalista e vaticanista da TG2. Com Paulinas publicou recentemente o livro: Bento XVI. Fé e profecia do primeiro papa emérito na história.

Sua palestra com o tema A realidade do mundo e da Igreja interpela a apóstola paulina lançou no coração do Capítulo um grande desafio: “A resposta que vence as convulsões do mundo moderno é a de tornar-se apóstolas e apóstolos capazes de criar o que é possível criar, criar amor: falando, escrevendo – em revistas, livros, chats, na web – palavras que falam do amor e que ajudam as pessoas a amar. Não basta “repetir”, é necessário “inventar”, na literatura, na poesia, na ciência… um pensamento original que ajuda os seres humanos a viver. Nisso, vocês, Filhas de São Paulo, são uma luz com sua inteligência, criatividade, espiritualidade. A palavra “cristianismo” deve tornar-se uma palavra “feliz”, que fala do amor, com uma certa qualidade do amor: o ágape. Um amor que sabe carregar o mal dos outros, como Jesus fez na cruz. O novo estilo de vida, iniciado pelo movimento gerado por Jesus, é o que ajuda o mundo de hoje, um amor que dissolve a depressão, um amor mais forte que a morte. Um amor que tem o poder de mudar a vida”.

Por fim, a terceira luz acendeu-se com as palavras de Rossano Sala, salesiano, professor de pastoral da juventude e diretor da revista Notas de pastoral juvenil: “A evangelização – uma tarefa à qual todos os batizados são chamados – só pode ser a irradiação do fogo que o próprio Jesus veio trazer à terra. Ele nos ilumina com sua presença e seu poder, e somente assim tornam-nos o fogo que aquece e ilumina todos aqueles que encontramos”.

Nisso está uma presença que continua caminhando em todas as estradas do mundo e, como um dia Jesus fez na estrada de Emaús: aproxima-se, escuta, ilumina, acompanha, aquece o coração, faz renascer a coragem de anunciar o Evangelho da Páscoa em todos os lugares.

Na tarde, dia 22, Ir. Bruna Fregni fsp apresentou à assembleia capitular o resultado do estudo realizado por uma comissão especial designada para responder a uma moção do 10º Capítulo geral para a elaboração de um Diretório de Comunicação. A apresentação foi acolhida com muita gratidão: é um trabalho fecundo que certamente será valorizado no futuro próximo.

O dia terminou com um momento de confraternização com nossas irmãs de Albano. Foi uma oportunidade para visitar as novas instalações do Hospital Regina Apostolorum. Um jantar festivo, intercâmbio de saudações, testemunhos, gratidão recíproca, canções em diferentes idiomas… tornaram inesquecível o encontro com as irmãs e com a equipe médica.

De 23 a 27 de setembro, nos envolvemos totalmente no aprofundamento, estudo e aprimoramento do Instrumento de trabalho. Nos próximos dias, após a redação final e a aprovação do Documento capitular, consideraremos mais de perto as possíveis alterações a serem feitas nas Constituições/Diretório. Falaremos sobre isso no próximo boletim…

Agradecemos de coração pela proximidade de todas, pelas mensagens que continuam chegando do mundo inteiro, trazem sempre muita alegria aos nossos corações.

Continuem acompanhando-nos no site www.paoline.org – na página dedicada ao 11º Capítulo geral.

Um grande abraço a todas! E… até breve!

 

Equipe de boletim informativo
Ir. Julieta Stoffel e Ir. Francesca Pratillo